Descobrir a cidadela de Râșnov, Transilvânia, Roménia

0
167
Na Transilvânia, Roménia, a cidadela de Râșnov é um monumento construído entre 1211 e 1225, que servia de defesa das aldeias vizinhas. No topo de um monte, a muralha era o único refúgio e conseguia manter os invasores afastados. Conta a história que tiveram vários cercos e conseguiram sempre manter-se invictos, já que mantinham mantimentos para cerca de seis anos (!!!), o que acabava por fazer desistir quem tentasse ataques prolongados.
Na chegada a Râșnov, as letras brancas no monte anunciam onde fica o ponto mais turístico: a cidadela. Caminhamos pelas ruas, de casinhas coloridas, já com os olhos postos no topo. Passamos a praça central e dirigimo-nos para o funicular que nos poupa as pernas e nos leva até ao cimo a montanha, para depois descobrir a cidadela e explorar o interior. É também um bom ponto, com vista panorâmica, para ver todo o planalto que nos rodeia e que até nos explica porque foi essencial construir esta fortificação para defesa das populações. Daqui vê-se toda a região!
Pedras e tijolos foram usados para construir a fortificação que tem uma muralha que parece nunca mais acabar: com cinco metros de altura e com 1,5m de espessura (nalgumas partes é ainda mais espessa). A entrada é feita por uma torre, virada para os montes, e vai passar ao lado de umas ruínas do que terão sido uma igreja, uma escola e casas que serviam de refúgio dos aldeões, quando existiam ataques. E a entrada na cidadela era cheia de “truques”: vários portões e buracos escondidos, com estacas, para os que conseguissem passar. Ou seja, quem passasse o primeiro portão, do segundo não passava.

Leia mais em: http://www.viajecomigo.com/2018/06/13/rasnov-transilvania-romenia/

Lasă un răspuns